Como realizar a contratação de técnicos em radiologia?

Conheça quais critérios avaliar em um técnico de radiologia considerando as atribuições da área e novas demandas, como a telerradiologia.

Com o início de um novo ano fiscal é comum a necessidade de completar as equipes da clínica ou hospital, o que exige um processo de seleção e contratação de profissionais especializados, como os técnicos em radiologia

O técnico em radiologia é um profissional que passou por um curso com uma carga horária total de 1.960 horas, em média, sendo 1.600 horas de conhecimento teórico e acadêmico e 360 horas de estágios monitorados, de forma que ele possui uma formação mais completa para lidar com equipamentos e processos da área de radiologia.

Quais critérios avaliar na contratação dos técnicos em radiologia?

Ao pensar na contratação de um profissional de radiologia, muitos gestores pensam apenas na formação dele, no entanto, para realizar a seleção de um técnico mais preparado, diversos critérios devem ser considerados.

A seguir, destacamos os principais fatores a serem analisados pelos gestores para contratar um profissional para compor o time de radiologia em 2019.

técnicos em radiologia olhando resultados de exames

Organização do local de trabalho

Os técnicos em radiologia da clínica ou hospital possuem diversas atribuições além da realização do exame de imagem, sendo a organização e verificação do espaço de trabalho uma delas.

É necessário que o profissional esteja apto e disposto a realizar a verificação das condições técnicas dos equipamentos e acessórios, fazer a calibragem do aparelho de acordo com o padrão, conferir a disponibilidade dos materiais usados nos exames e organizar a câmera escura e clara.

Planejamento do atendimento

O profissional também deve ser o responsável pelo funcionamento adequado dos processos no local de trabalho, o que inclui verificar a agenda de atendimento, respeitando os pacientes prioritários, receber o pedido e organizar a sequência de realização dos exames e receber os prontuários médicos.

Além dessas demandas, existem procedimentos administrativos que devem ser exercidos pelo técnico, como o preenchimento de demandas.

Empatia com o paciente

Os técnicos de radiologia lidam diretamente com os pacientes, sendo que alguns estão estressados ou ansiosos com o procedimento, de forma que o profissional deve ter empatia para lidar com pessoas e acalmá-las.

Além disso, deve-se verificar as condições físicas do paciente e prepará-lo para o exame, realizando a retirada de próteses móveis, quando necessário, bijuterias e demais objetos, realizar a higienização do paciente e, em caso de mamografia, fazer a sustentação das mamas.

Leia mais – Paciente ansioso: como lidar com esse problema que pode dificultar o trabalho do médico

Conhecer as medidas de segurança

A área de radiologia exige uma série de cuidados com biossegurança que devem ser conhecidos e respeitados pelo profissional.

Entre os exemplos estão providenciar a limpeza e assepsia da sala de exames, utilizar os equipamentos de proteção individual (EPIs), reduzir o possível o tempo de exposição à radiação, fazer o acondicionamento de materiais radioativos para transporte ou descarte, entre outras.

Boa comunicação

É necessário instruir e obter informações do paciente, de forma que é importante que o profissional tenha uma boa comunicação para que os dados sejam passados corretamente.

Além disso, os técnicos em radiologia devem conversar sobre os casos com a equipe de trabalho e lidar com diferentes áreas da clínica, como recepção, agendamento e compras de materiais.

Qualificação para realizar exames de radiologia

Por fim, mas não menos importante está a avaliação da qualificação e experiência do profissional para realizar os exames de radiologia em si. São diversas as atribuições do técnico no que se refere a essa área, como:

  • realizar o ajuste do aparelho de acordo com o paciente e tipo de exame;
  • posicionar corretamente o paciente e imobilizá-lo, quando necessário;
  • administrar o contraste e medicamentos com a supervisão médica;
  • verificar a reação do paciente ao medicamento;
  • processar o filme na câmara escura;
  • restringir o campo a ser irradiado usando placas de chumbo;
  • avaliar a qualidade do exame, submetendo-o a verificação médica, se preciso;
  • remover paciente do equipamento;
  • limpar o paciente quando finalizado o exame;
  • quando necessário, realizar a observação do paciente após o exame;
  • fazer a impressão do resultado do exame.

Considerando as diversas atribuições dos técnicos em radiologia, esses profissionais precisam estar aptos para os desafios relacionados à prática cotidiana da profissão.

técnico em radiologia olhando um resultado de exame

Como é o dia a dia do técnico em radiologia?

O dia a dia do técnico em radiologia demonstra o quão qualificado esse profissional precisa ser. Ele é habilitado para atuar em hospitais, clínicas, centros de diagnósticos, entre outros locais que faça o uso de equipamentos com radiação.

A radiação, quando na quantidade inadequada, pode ser prejudicial à equipe e ao paciente, sendo importante domínio adequado dela. O técnico é apto a operar equipamentos emissores de radiação ionizante, eletromagnética e demais fontes de energia usadas em procedimentos com fins terapêuticos e diagnósticos.

Seja realizando raios-x, ressonância magnética, mamografia, tomografia, entre outros exames de imagem, a resultado final é obtido por meio da aplicação correta de técnica, posicionamento e protocolo.

Quando esses fatores estão incorretos, pode resultar em um falso-positivo ou na não identificação de uma patologia, sendo que ambas as situações são danosas à vida do paciente.

A operação do equipamento, posicionamento do paciente, preparo do exame e manuseio correto das fontes de radiação são aspectos que influenciam a qualidade do exame, sendo, por essa razão, fundamental a contratação de um profissional experiente e apto.

Atualmente, os exames de imagem estão entre os principais mecanismos usados para diagnósticos não-invasivos e devido essa importância, novas soluções estão sendo incorporadas à área, como a telerradiologia.

Leia mais – Telerradiologia no Brasil: o que você precisa saber para utilizar?

Dessa forma, é fundamental que os técnicos em radiologia também estejam habilitados para lidar com essas novas ferramentas e softwares usados no cotidiano no trabalho, sendo mais um critério a ser avaliado para realizar a contratação desses profissionais em 2019.

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Receba Novidades
sobre gestão hospitalar e tendências da telerradiologia

Orçamentos

Orçamentos