Doenças relacionadas ao trabalho: torne-se referência em Raio-X OIT

Exame da medicina do trabalho ajuda no diagnóstico e monitoramento da saúde do trabalhador em nível internacional.

O Raio-X OIT é um exame específico utilizado para identificar e monitorar doenças relacionadas ao trabalho, especialmente quando há exposição à poeira, substâncias químicas ou sílica.

O exame foi adotado no ano de 1930 pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), fato que dá nome ao procedimento até os dias atuais.

A padronização pela instituição faz com que o laudo do exame apresente informações objetivas sobre o quadro clínico do paciente, facilitando o acompanhamento da evolução. Saiba mais sobre o Raio-X OIT a seguir!

O que é o Raio-X OIT?

O Raio-X OIT é utilizado para monitorar doenças relacionadas ao trabalho. A investigação a partir dele inclui imagens dos ossos, órgãos internos, estrutura da coluna, fraturas, doenças ósseas, tumores e outros problemas.

Dessa forma, o exame é considerado bastante completo, o que viabiliza o diagnóstico de condições sensíveis ainda em estágio inicial, o que melhora as chances de tratamento e cura do paciente.

O laudo de Raio-X no padrão OIT tem como foco a identificação de pneumoconioses, doenças relacionadas ao trato respiratório, diagnóstico possível devido à visualização do pulmão durante o procedimento.

As pneumoconioses são doenças pulmonares graves, debilitantes e, em muitos casos, irreversíveis. O exame ajuda a detectá-las precocemente.

A ocorrência está relacionada com a exposição crônica e intensa a pequenas partículas de poeiras fibrogênicas que ocorre nos ambientes de trabalho. Ao serem inaladas elas provocam lesões pulmonares. Alguns setores favoráveis a essa ocorrência são as mineração, construção civil e agricultura.

Devido ao grande prejuízo à saúde dos trabalhadores, as pneumoconioses e outras doenças relacionadas ao trabalho precisam ser diagnosticadas precocemente, favorecendo que o tratamento comece ainda no estágio inicial da patologia.

trabalhadores em uma construção civil

Como é realizado e quais as indicações do Raio-X OIT?

O Raio-X OIT é realizado por um técnico em radiologia usando o equipamento adequado e após preparo do paciente em uma clínica de confiança que disponibilize o procedimento.

Ele é solicitado em diferentes casos, como nos processos de admissão e demissão, mas também com periodicidade anual para trabalhadores que atuam em situação de risco, estando mais vulneráveis às doenças do trabalho.

Além da realização do exame, uma etapa fundamental do Raio-X OIT é a elaboração do laudo médico, pois esse documento deve seguir as diretrizes da Organização Internacional do Trabalho e da Sociedade Brasileira de Radiologia.

O cumprimento do modelo padronizado é importante para que seja possível monitorar a evolução do quadro do paciente, pois as informações presentes são as mesmas e, em determinados casos, trata-se de um exame de rotina, sendo necessário avaliar os laudos dos anos anteriores para verificar se houve alterações.

Além das indicações citadas anteriormente, o Raio-X OIT pode ser solicitado quando o colaborador sentir alterações físicas relacionadas às atividades desempenhadas e em caso de processo trabalhista contra a empresa, nos quais um laudo médico é solicitado para comprovar a condição do reclamante.

Apesar de ser embasado no modelo da OIT desenvolvido em 1930, atualmente é usado no Brasil o modelo padronizado em 2014 e que segue as diretrizes da legislação trabalhista do país para interpretação dos exames radiológicos.

A padronização realizada em 2014 tinha como objetivo desenvolver um laudo único para todos os serviços relacionados, de forma que o médico do trabalho tenha disponíveis as exatas alterações do quadro do paciente devido à exposição aos produtos e substâncias que apresentam riscos respiratórios.

Por que disponibilizar o Raio-X OIT é um diferencial para a clínica?

Dessa forma, constata-se que o principal diferencial do Raio-X OIT refere-se a elaboração do laudo do exame, de forma que ele seja mais preciso e confiável para uso em empresas de todos os segmentos.

Para uma clínica, o principal diferencial de disponibilizar o Raio-X OIT é poder atender empresas dedicando-se à medicina do trabalho, setor aquecido e que apresenta demanda durante todo o ano de forma contínua.

A clínica pode optar tanto por atender essa demanda, realizando internamente as consultas relacionadas à medicina do trabalho, como atuar em conjunto com uma clínica especializada em exames do trabalho que não possua o equipamento de Raio-X. Em ambos os casos, a atuação consiste em uma expansão dos serviços prestados.

O objetivo é tornar os serviços realizados mais completos, além de provocar impactos reais no faturamento do negócio, pois há uma elevada demanda por exames direcionados à medicina do trabalho.

radiologista olhando um resultado de exame de raio-x

Telerradiologia auxilia oferta de exames radiológicos

Um dos aspectos a serem avaliados ao expandir os serviços para medicina do trabalho e, consequentemente, o Raio-X OIT refere-se à equipe necessária para essa nova demanda.

Uma das principais vantagens é que, apesar da expansão, não é necessária a contratação de mais especialistas. A telerradiologia permite que a emissão dos laudos de Raio-X OIT, aspecto mais importante da disponibilização desse exame, possa ser realizada por uma parceira terceirizada.

A empresa de telerradiologia já conta com radiologistas especializados e aptos a emitir laudos de acordo com os padrões da OIT, de forma que a clínica fica assistida quanto a esse aspecto, podendo ter qualidade e eficiência nos laudos emitidos.

Em geral, o retorno do laudo do exame pode ser feito emergencialmente, em até 30 minutos, ou no tempo normal, de até 24 horas. Em ambos os casos há agilidade na entrega do laudo, tornando o fornecimento desse serviço mais vantajoso para a clínica.

Leia mais – Sistema de telemedicina: exames que podem ser laudados a distância

O Raio-X OIT é um importante aliado à saúde dos trabalhadores de diferentes segmentos, sendo obrigatório em áreas nas quais os colaboradores ficam mais suscetíveis a doenças respiratórias.

A disponibilização do exame na clínica apresenta-se como um diferencial, viabilizando atender uma demanda crescente da medicina do trabalho.

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Receba Novidades
sobre gestão hospitalar e tendências da telerradiologia

Orçamentos

Orçamentos