Conheça mais sobre o contraste endovenoso e quando ele é utilizado

Contraste endovenoso auxilia no diagnóstico de diferentes patologias e pode ser usado em exames de imagem como a tomografia e a ressonância magnética.

Os avanços da medicina impactam diversos serviços de saúde, desde a área diagnóstica, até a terapêutica, tratamentos e prognósticos de patologias diversas. Entre as melhorias obtidas muitas se devem a adoção do contraste endovenoso em diversos exames.

Melhorando a capacidade diagnóstica, o uso do contraste em exames permite que diversas patologias que anteriormente eram difíceis de serem identificadas possam ser visualizadas e acompanhadas, aumentando as chances de vida do paciente e a qualidade de vida dele.

A seguir saiba mais sobre o que é o contraste endovenoso, em quais situações ele é usado e quais os benefícios obtidos com a técnica.

O que é o contraste endovenoso?

O contraste endovenoso consiste em uma substância, como o iodo ou o gadolínio, aplicado diretamente na veia do paciente antes de um exame de imagem, como a ressonância magnética, tomografia, raio-x ou outras demandas médicas.

Após a aplicação, o composto serve para opacificar os vasos, permitindo a visualização das formas e da vascularização dos tecidos normais ou doentes. A opção pelo uso do contraste pode ser realizada pelo médico solicitante do exame, de acordo com o caso, ou mesmo pelo médico radiologista no momento da realização do exame.

É importante que o paciente consente o uso desse recurso médico, preferencialmente esteja acompanhado e também que informe possíveis alergias ou problemas de saúde ao médico para minimizar os riscos.

Apesar da grande utilidade do contraste endovenoso na área médica, ele é usado em uma pequena porcentagem dos exames realizados, principalmente quando o exame sem contraste não apresenta boa visualização das estruturas investigadas.

Qual a importância desse recurso médico?

Por facilitar a visualização de estruturas anatômicas afetas ou não por patologias, o contraste endovenoso é um importante aliado na área de diagnóstico. Sem o recurso muitas doenças poderiam evoluir antes de serem identificadas, limitando as chances do paciente.

Devido essa aplicação, o recurso tem sido usado na investigação de diferentes condições clínicas, entre as mais frequentes destacam-se:

  • infecções e inflamações;
  • abscessos;
  • investigação de fibrose;
  • investigação, diferenciação e controle de tumores;
  • avaliação de fístulas;
  • estruturas vasculares;
  • estenose ou malformações do trato digestório;
  • motilidade do trato gastrointestinal;
  • alterações da anatomia do trato urinário.

Essa diversidade de recomendações faz com que o uso de contraste seja muito benéfico para a melhoria do atendimento médico em geral, permitindo identificar patologias precocemente e iniciar o tratamento.

Quais exames podem ser feitos com contraste?

A imagem é focada em um braço de uma pessoa aplicando uma injeção, no braço de outra pessoa

Além das patologias específicas nas quais o contraste endovenoso é normalmente recomendado também é relevante que se saiba em quais exames essa técnica pode ser solicitada. Entre os principais exames que se faz o uso do contraste estão:

Tomografia computadorizada

Na TC com contraste normalmente é usado o iodo com o objetivo de identificar lesões em diferentes órgãos e estruturas, como cérebro, pulmões, fígado, vesícula, pâncreas, ossos ou parede abdominal. Em geral, ele é utilizado na investigação de tumores, infecções ou alterações vasculares.

Ressonância magnética

Normalmente, o contraste usado na ressonância magnética é o gadolínio, sendo que essa recomendação é feita em casos de lesões cerebrais ou na coluna vertebral. O uso também pode ocorrer para investigar partes moles, como ligamentos, articulações e vasos sanguíneos.

Angiografia

Nesse exame utiliza-se o contraste iodado para melhorar a visualização dos vasos sanguíneos, além de auxiliar na identificação de patologias como aneurismas e arteriosclerose.

Urografia

A urografia é um exame realizado para visualizar o aparelho urinário e avaliar a capacidade funcional dos rins, auxiliando no diagnóstico precoce de doenças renais.

Cintilografia

Exame recomendado para investigar diferentes partes do corpo, como coração, ossos, pulmões, tireoide e cérebro permitindo identificar alterações funcionais nessas estruturas. Em geral, a cintilografia pode ser realizada utilizando contraste de tecnécio e gálio, dependendo da região.

Existem riscos associados ao uso de contraste?

Os riscos associados ao uso do contraste endovenoso variam bastante de acordo com o tipo de exame solicitado e também o estado de saúde do próprio paciente. Em geral, as aplicações com gadolínio são bastante seguras e raramente resultam em efeitos colaterais, enquanto o iodo é a substância mais associada a problemas desse tipo.

Ainda que as reações ao contraste costumem ser leves é essencial que o paciente informe ocorrências em exames anteriores, alergias, asma ou outros problemas respiratórios e doenças do miocárdio. Entre os efeitos colaterais possíveis estão:

  • inchaço, calor ou vermelhidão;
  • alergias;
  • aumento da pressão arterial;
  • náuseas, vômito e diarreia;
  • dor de cabeça;
  • tontura;
  • convulsão;
  • falta de ar;
  • crises de asma;
  • insuficiência renal;
  • convulsão;
  • arritmias;
  • parada cardíaca.

Em geral, ocorrências mais graves só ocorrem quando o paciente tinha alguma restrição que não foi informada ao médico antes da realização do exame com contraste. Para minimizar os riscos de efeitos colaterais solicita-se que o paciente esteja em jejum quando ser necessário o uso de alguma substância contrastante.

O contraste endovenoso é fundamental na realização de diversos exames, pois garante uma melhor qualidade da imagem que define com mais clareza os órgãos e outras estruturas. Apesar do benefício à etapa diagnóstica, é essencial que haja cuidado na aplicação e na conduta do médico em caso de reações, aumentando a segurança da técnica.

A Diagrad é especialista em laudos à distância, que são entregues em até 30 minutos em caso de urgência. Por isso, conte com a gente para o que você precisar!

 
 

Saiba mais sobre Telerradiologia!

Quer descobrir mais sobre telerradiologia? Entenda tudo sobre esse universo que pode agregar mais resultados em sua clínica com a aceleração de diagnósticos, rapidez na entrega de laudos para pacientes, saúde e tecnologia. A DiagRad preparou um conteúdo exclusivo para você e pode ser sua parceira nos serviços de telemedicina!

Saber mais

 

Matérias Relacionadas

Receba Novidades
sobre gestão hospitalar e tendências da telerradiologia

Orçamentos

Orçamentos