Coluna vertebral e suas divisões: tire suas dúvidas sobre esse órgão.

A coluna vertebral possui cinco divisões, cervical, torácica, lombar, sacral e coccígea. Saiba como cada uma dessas estruturas funcionam e sua importância

Dentre as principais estruturas do corpo humano está a coluna vertebral e suas divisões que são responsáveis por sustentar o eixo central do corpo. Também chamada de espinha dorsal, ela realiza a comunicação entre o sistema nervoso central e periférico por meio da medula espinal.

A coluna vertebral é composta por ossos. Tecidos moles  como discos intervertebrais, articulações, ligamentos e músculos garantem a flexibilidade da coluna. A coluna vertebral é dividida em segmentos que contém vértebras:

  • 7 vértebras cervicais;
  • 12 vértebras dorsais ou torácicas;
  • 5 vértebras lombares;
  • 5 vértebras sacrais;
  • 4 vértebras coccígeas.

Dessa forma, a coluna é formada por 33 vértebras que ficam empilhadas e separadas pelos discos intervertebrais. Ela vai desde a base do crânio até a região interglútea.

Na parte de baixo, estão as vértebras sacrais que são fundidas e formam o osso sacro. As peças coccígeas também podem se fundir formando o cóccix.

Entre as funções desse órgão destaca-se a de proporcionar mobilidade e a manutenção da postura ereta do tronco que viabiliza os movimentos dos membros inferiores e superiores, proteção de órgãos vitais com auxílio das costelas e também comunicação com parte do sistema nervoso central.

A coluna vertebral e suas divisões

Como apresentado, a coluna vertebral e suas divisões são fundamentais para garantir a mobilidade e movimentos, o que faz de ferimentos e lesões na coluna bastante graves.

Veja a seguir como as divisões da coluna são classificadas e qual a importância de cada uma delas para o corpo humano.

coluna vertebral e suas divisõesfonte: pinterest

Coluna cervical (C1 a C7)

Na parte superior, do pescoço, está localizada a coluna cervical que vai da primeira até a sétima vértebra. Elas são chamadas de vértebras cervicais C1, C2 e assim sucessivamente até a C7.

As duas primeiras, por possuírem uma anatomia distinta das demais também são chamadas de Atlas (C1) e Áxis (C2). Elas caracterizam-se por não ter um disco intervertebral entre elas, sendo unidas pelo dente do Áxis, ou processo odontoide, uma estrutura que permite os movimentos de rotação da cabeça.

Nessa divisão a curvatura natural é chamada de lordose cervical, sendo que quando ela não existe ou está alterada, pode indicar problemas posturais e possivelmente estar relacionada a dores e desgaste dos discos e vértebras.

Essa parte é a que possui maior mobilidade da coluna vertebral e suas divisões, sendo as vértebras ainda mais estreitas do que as vistas nas demais partes.

Você também pode gostar de: Vitamina D: Confira 07 dicas para evitar a osteoporose

Coluna torácica ou dorsal (T1 a T12)

É a parte mediana da coluna que corresponde ao tronco, contendo 12 vértebras, que são chamadas de T1, T2 e assim em diante até a T12.

Nessa região estão as costelas, são 12 ao todo, sendo sete delas articuladas com o esterno, chamadas de costelas verdadeiras, outros três pares articulados apenas a cartilagem do esterno e por essa razão chamadas de falsas e mais duas flutuantes, por estarem ligadas apenas a uma parte posterior da coluna e não ao esterno.

A coluna torácica possui uma curvatura chamada de cifose torácica e vai no sentido oposto da lombar e cervical ficando projetada com a convexidade voltada para trás. Nas pessoas mais idosas é comum que essa região fique proeminente devido questões como fraqueza dos músculos, redução dos discos e desidratação.

Quando essas curvaturas surgem nessa região são chamadas de hipercifose, sendo necessário manter a postura ereta e realizar exercícios fisioterápicos para proporcionar mais saúde para essa área.

Coluna lombar (L1 a L5)

A coluna lombar é formada por cinco vértebras que são chamadas de L1, L2 e assim sucessivamente até a L5. A curvatura dessa região é lordótica, sendo projetada para frente e sendo fundamental para realização dos movimentos de flexão anterior e posterior.

Essa divisão da coluna é a que mais recebe carga entre as vértebras, sendo também mais comuns os problemas de saúde que afetam a coluna lombar, o que justifica que essas vértebras apareçam com frequência em exames de raio-x, tomografias e ressonância magnética.

Coluna sacral e cóccix

Na parte inferior da coluna vertebral estão localizados o sacro e o cóccix. A coluna sacral interfere diretamente na biomecânica da coluna uma vez que está ligada aos ossos da bacia e determina questões como a postura e a angulação da coluna.

O ângulo da incidência pélvica, formado entre o sacro e o topo do fêmur determina o equilíbrio entre a coluna e o quadril. O cóccix, por sua vez, é um osso de formato triangular que pode ser composto por quatro ou cinco vértebras fundidas.

coluna vertebral e suas divisões

fonte: pinterest

Estruturas da coluna vertebral

Além da coluna vertebral e suas divisões é relevante que se conheça quais são as demais estruturas que compõem esse órgão vital.

  • músculos: a coluna é composta por dois tipos de músculos, os mais profundos, também chamados de multífidos, e os superficiais, sendo fundamentais para a estabilidade. O fortalecimento dessa musculatura está relacionado a maior saúde da coluna e menos problemas de saúde nessa região, como a hérnia de disco;
  • discos: estruturas cartilaginosas e pouco vascularizadas que acabam recebendo boa parte do impacto da coluna, o que faz com que o desgaste dos discos seja um problema grave na modernidade. Os discos têm formatos e tamanhos diferentes de acordo com o segmento da vértebra em que estão;
  • medula espinal: a medula está localizada dentro do canal vertebral, consistindo na parte alongada do encéfalo que vai desde a transição craniocervical até a primeira ou segunda vertebra da lombar, onde ramifica-se e origina diversos nervos, chamados de cauda equina;
  • ligamentos: a coluna possui sete ligamentos principais que são responsáveis por proporcionar mais estabilidade e são formados por tecido fibroso que ligam duas ou mais vértebras.

Conhecer a coluna vertebral e suas divisões, assim como as estruturas associadas que proporcionam estabilidade e mobilidade ao corpo é fundamental para cuidar melhor desse órgão essencial e garantir mais qualidade de vida e saúde, uma vez que diversas doenças modernas estão relacionadas com problemas na coluna.

Conheça os serviços de Laudos a distância da DiagRad.

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Receba Novidades
sobre gestão hospitalar e tendências da telerradiologia

Orçamentos

Orçamentos