Como a Auditoria hospitalar pode manter as contas da sua clínica em dia?

A auditoria hospitalar auxilia na otimização dos recursos da clínica e melhora a execução de processos. Saiba como implementá-la.

Instituições ligadas à área de saúde como clínicas, hospitais e laboratórios funcionam com base em diversos processos e documentações, de maneira que a gestão seja mais complexa, o que faz da auditoria hospitalar mais necessária em diferentes casos.

Conhecer o que é a auditoria nas empresas da área médica, quais os benefícios essa prática promove e como ela pode ser adotada é fundamental para aumentar a eficiência e reduzir os custos. Saiba mais a seguir!

O que é auditoria hospitalar?

A auditoria hospitalar consiste em um serviço realizado na área administrativa que tem como objetivo analisar todos os processos realizados na empresa, verificando questões como qualidade e uso consciente de recursos evitando desperdícios.

Avalia-se, por exemplo, as solicitações de exames médicos, a compra de medicamentos e a aquisição dos insumos hospitalares, de forma que essas demandas sejam realmente necessárias e não haja desperdício, seja de processos, tempo ou materiais.

Para que a auditoria possa verificar essas diferentes questões relacionadas à administração hospitalar é fundamental que os auditores tenham acesso às contas médicas, notas fiscais, documentos, prontuários, relatórios financeiros, folha de pagamentos e outros.

Além de verificar o funcionamento dos diferentes processos, os auditores também podem ser responsáveis por liberar pedidos de exames, cirurgias e procedimentos e analisar os valores executados pelas operadoras da área.

auditoria hospitalar

Para que ela serve?

Diferentemente do que alguns gestores pensam, a auditoria hospitalar não está relacionada apenas a analisar documentos antigos para verificar se existiu fraudes ou desperdícios no passado. Esse recurso está diretamente relacionado com a possibilidade de otimização dos recursos no presente.

Dessa forma, são diversas as funções que podem ser executadas pelos auditores da área médica de acordo com o setor no qual são alocados, como:

  • evitar que haja o uso inadequado dos serviços;
  • precaver a instituição ou monitorar contra a má prática médica;
  • acompanhar índices de qualidade dos serviços prestados;
  • ajustar os resultados obtidos com a assistência médica;
  • estipular regras e avaliar a qualidade dos serviços terceirizados realizados, como nos casos de laudos a distância;
  • garantir a qualidade dos processos realizados na instituição;
  • otimizar procedimentos técnicos e administrativos realizados;
  • acompanhar o empenho ético dos profissionais;
  • analisar o desempenho do serviço.

Observa-se, portanto, que a auditoria hospitalar tem uma série de objetivos que impactam desde a qualidade do serviço oferecido ao paciente até as questões administrativas da instituição.

Saiba mais – 07 perguntas que você precisar fazer a uma empresa de laudo a distância antes de contratá-la.

Quais os benefícios da auditoria hospitalar?

Visto a variedade de áreas que podem ser afetadas pela auditoria, é preciso destacar em quais quesitos ela apresenta-se como mais efetiva, influenciando diretamente a organização da clínica e o retorno em satisfação do paciente e financeiro.

Redução de custos

Devido a auditoria avaliar toda a documentação referente à compra, movimentação e uso dos insumos hospitalares ela realiza a otimização dessas etapas de forma a melhorar a gestão do estoque, gerando resultados logísticos mais sólidos à instituição.

Além do uso mais otimizado e consciente dos insumos, o recurso também verifica a existência de gargalos operacionais, como com a compra excessiva de um medicamento e posterior desperdício dele devido ao vencimento.

As condutas administrativas também são verificadas, minimizando os riscos de fraudes ou furto de insumos, prática recorrente em instituições de saúde e que impactam diretamente os resultados.  

Agilidade de processos

Entre as responsabilidades dos auditores está a análise dos processos médico-hospitalares, mas também o desenvolvimento de soluções que permitam melhorar esses fluxos de trabalho, aumentando a eficiência, a agilidade e a qualidade dos processos desenvolvidos.

A reestruturação dos processos, com um fluxo de informações mais claro e objetivo permite evitar o retrabalho dos profissionais, diminui tempo de espera dos pacientes, melhora o manuseio dos insumos e resulta em maior produtividade e satisfação.

Qualidade no atendimento

Ao identificar gargalos na cadeia de processos hospitalares, o auditor reconhece ainda aqueles que estão relacionados com prejuízos na experiência de atendimento do paciente, ocasionam erros médicos ou problemas na gestão de pessoas, melhorando essas áreas da clínica.

Com um ambiente propício para um relacionamento mais satisfatório com funcionários, fornecedores e pacientes há uma melhora do atendimento e também das possibilidades de crescimento da clínica.

auditoria hospitalar

Não deixe de ver – Telemedicina x Telessaúde: aprenda quais são as diferenças!

Como realizá-la na sua clínica ou hospital?

A implementação da auditoria hospitalar seja na clínica, hospital ou laboratório depende de como os gestores optam por realizar esse processo. Ele pode ter início com a contratação de uma empresa especializada nesses serviços ou mesmo ser responsabilidade de um profissional especializado contratado pela própria instituição.

O auditor contratado deve ter experiência na área, de forma a conhecer os processos e funcionamento de uma instalação médica, ser ético e estar em conformidade com o sigilo profissional exigido.

A auditoria contratada também pode ser de diferentes tipos de acordo com as necessidades da instituição, como:

  • auditoria preventiva: refere-se a avaliação de processos que ainda não aconteceram, como quando verifica-se a liberação de exames solicitados pelo médico para o plano de saúde;
  • auditoria de contas: é usada para verificar a regularidade das contas, podendo ser usada para as despesas da instituição como um todo ou específicas, como entre operadora e paciente;
  • auditoria operacional: direcionada para a verificação de processos e documentação relacionados com atendimento ao paciente, como liberação de exames e medicações de acordo com o prontuário etc.
  • auditoria analítica: utiliza as informações realizadas nas auditorias preventiva e operacional para verificar a gestão dos recursos e comparar com outras empresas do setor.

A solução mais adequada depende das necessidades identificadas pelos gestores da clínica, avaliando quais dessas auditorias têm a agregar mais à instituição e mesmo se deve ser permanente ou temporária.

A auditoria hospitalar tem muito a agregar na otimização dos processos médicos, na qualidade do atendimento prestado ao paciente e organização das finanças, reduzindo custos e melhorando o desempenho.

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Receba Novidades
sobre gestão hospitalar e tendências da telerradiologia

Orçamentos

Orçamentos