Os melhores aparelhos de eletrocardiograma

Saiba o que levar em consideração na hora de adquirir o melhor aparelho de eletrocardiografia para a sua clínica ou hospital

Um dos itens que ainda desperta muitas dúvidas nos gestores de clínicas e hospitais é a escolha do melhor eletrocardiógrafo para equipar a sua empresa. As opções existentes são muitas de forma que que escolher apenas um entre tantos aparelhos de eletrocardiograma pode requerer uma pesquisa com muitas variáveis.

Para facilitar o seu trabalho, listamos aqui algumas das alternativas e itens que você deve levar em consideração na hora de escolher o melhor aparelho de eletrocardiografia para a sua empresa. Lembre-se que investir um pouco mais no começo ou garantir as opções mais modernas em termos tecnológicos podem significar uma economia maior em longo prazo.

Bem-vindo ao mundo digital

Hoje em dia, o mundo se tornou completamente digital. No caso do aparelho de eletrocardiograma, a situação não é diferente. As clínicas e hospitais que tenham interesse em adotar as metodologias da telerradiologia, por exemplo, devem levar o digital em consideração na hora de escolher o novo equipamento.

Dessa forma, a aposta no digital pode resultar em exames com laudos mais rápidos. Isso porque, uma das características dos laudos a distância emitidos pelas empresas de telerradiologia é a agilidade. Assim, as imagens obtidas nos exames realizados são enviadas pela internet e os resultados são disponibilizados em menos de 24 horas.

 

Saiba mais sobre
Telerradiologia

Quer descobrir mais sobre telerradiologia? Entenda tudo sobre esse universo que pode agregar mais resultados em sua clínica com a aceleração de diagnósticos, rapidez na entrega de laudos para pacientes, saúde e tecnologia. A DiagRad preparou um conteúdo exclusivo para você e pode ser sua parceira nos serviços de telemedicina!

Saber mais

 

 

Eletrocardiógrafo portátil é um diferencial?

Outro fator importante deve ser observado na compra desse tipo de equipamento: a portabilidade. Para clínicas e hospitais, por exemplo, esse até pode não ser um diferencial decisivo, mas para profissionais de medicina do trabalho, que constantemente estão se deslocando para atender pacientes em empresas, esse item pode ser decisivo.

Assim, independente do seu perfil de trabalho, considerar um equipamento portátil por proporcionar mais opções futuramente. Quem sabe essa não seja uma oportunidade de ampliar as formas de atendimento, resultando em mais clientes e mais agilidade no contato com os pacientes. Áreas afastadas dos grandes centros podem se beneficiar diretamente disso.

Eletrocardiograma elétrico ou a bateria?

Outro item ao qual a portabilidade é de grande valia é a necessidade ou não de conexão à rede elétrica como forma de funcionamento do equipamento. Existem aparelhos de eletrocardiograma que funcionam também com bateria, dispensando a necessidade imediata de uma tomada.

Essa opção é especialmente útil nos casos em que o profissional precisa se deslocar para áreas sem energia elétrica, como em mutirões promovidos pelas prefeituras, organizações não governamentais ou entidades de classe. Dessa forma, a ausência de condições básicas de atendimento não impede a realização do exame – ainda que o envio das imagens só possa ser feito posteriormente.

Aparelho de Eletrocardiograma Saúde

Tipos de cabo do eletrocardiograma?

Outro item que deve ser observado nos aparelhos de eletrocardiograma é o tipo de cabo que eles utilizam. Normalmente, as opções disponíveis são as de cinco vias e as de dez vias. O cabo maior (dez vias) é usado com maior frequência por clínicas, pois permitem a realização simultânea de até doze derivações – ou seis peras de sucção e 4 clipes.

Já o cabo mais simples, de cinco vias, é usado de forma mais frequente pelos profissionais de medicina do trabalho. Isso porque nesse caso se utiliza uma única pera de sucção, dispensando a tricotomia. Nesse caso, o exame é feito primeiramente na V1, e depois, em separado, na V2, V3, V4, V5 e V6.

Certificações necessárias para o uso do aparelho eletrocardiograma?

Além de todas essas variáveis, é fundamental que o os aparelhos de eletrocardiograma possuam todas as certificações necessárias. Uma delas, por exemplo, é a proteção de desfibrilador, que evita que os pacientes possam ser acometidos por descargas elétricas durante o uso do equipamento.

A grande vantagem de se recorrer a aparelhos que contem com esse tipo de proteção é a dispensa da retirada dos cabos durante o procedimento. Esse processo não só é menos incômodo para os pacientes como também torna o atendimento mais rápido.

 

Eletrocardiograma e esforço e repouso em um só lugar

Como já mencionamos, a ampla variedade de aparelhos de eletrocardiograma existentes no mercado faz com que os gestores de clínicas e hospitais tenham muitas dúvidas sobre qual equipamento escolher na hora da compra. Algumas máquinas, por exemplo, fazem também testes ergométricos.

Isso dispensa a necessidade de ter que adquirir equipamentos distintos para cada uma das finalidades. Esse é o caso, por exemplo, do aparelho Cardiofit, da Ventrix, para citar uma das alternativas. Dessa forma, há redução de custos na aquisição do equipamento e também melhor otimização do espaço físico do estabelecimento de saúde.

Telerradiologia: transformando os exames

Boa parte dessas inovações podem ser desfrutadas por aqueles que se utilizam da telerradiologia como a metodologia para elaboração dos laudos médicos. Trata-se de um dos principais avanços da medicina, enquadrado dentro da telemedicina, e que permite não apenas mais agilidade nos resultados, mas também mais qualidade.

Confira também 5 passos para começar a investir em telerradiologia na sua clínica ou hospital!

Isso porque ao chegarem em uma central de telerradiologia, as imagens dos exames são recebidas por profissionais especialistas em uma determinada área. Um técnico especialista em exames de cabeça, por exemplo, não ficará responsável por exames de coluna. Esse alto grau de especificidade garante resultados mais preciso e diminui os índices de refação dos exames.

Com laudos de melhor qualidade obtidos mais rapidamente, ganham os pacientes, que podem marcar as suas consultas de retorno de forma mais ágil, iniciando o tratamento necessário também com maior antecedência.

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Receba Novidades
sobre gestão hospitalar e tendências da telerradiologia

Orçamentos

Orçamentos