A tecnologia em nuvem trabalha em conjunto com laudos a distância?

A Tecnologia permite acesso remoto e simplificado a exames de imagem, melhorando processos e reduzindo custos.

Os avanços tecnológicos têm sido importantes aliados de diversos segmentos há muitas décadas, sendo que a medicina também foi impactada e melhorada devido às novas soluções. Entre elas está a tecnologia em nuvem que tem sido usada conjuntamente com a telerradiologia.

Apesar de não ser uma novidade, essa tecnologia ainda não está sendo vastamente explorada pelas empresas, principalmente na área da saúde, tendo diversas possibilidades de uso e expansão nos próximos anos.

Saiba mais do que se trata a tecnologia na nuvem e como ela atua em conjunto com os laudos a distância para promover melhorias na área da saúde.

profissionais da saúde procurando informações em um tablet

O que é tecnologia em nuvem?

A computação em nuvem, também conhecida pelo termo em inglês cloud computing, é uma tecnologia que viabiliza o acesso remoto a diferentes elementos digitais, como:

  • programas, como softwares em geral;
  • arquivos, como documentos de texto, planilhas, músicas, fotos, vídeos etc.;
  • serviços online, como armazenamento de dados.

Dessa forma, ao implementar uma solução na nuvem a empresa deixa de depender de servidores internos para armazenamento, que normalmente exigem estrutura adequada, equipamentos modernos, salas com controle de temperatura, backups etc.

O grande diferencial da tecnologia é viabilizar que todos os documentos adicionados fiquem disponíveis para acesso em qualquer dispositivo com internet, como smartphone, desktop, tablet e outros.

Por exemplo, se um prontuário está disponível na nuvem, o médico poderá acessá-lo pelo smartphone de qualquer localidade que tenha acesso à internet, consultá-lo, editá-lo e automaticamente ele é atualizado e continua disponível.

Apesar da praticidade, o recurso é seguro, pois apenas usuários previamente autorizados podem acessar os documentos. Nesse exemplo, o médico só teria acesso ao prontuário dos próprios pacientes, a menos que um colega disponibilize o acesso de outros para ele caso precise de auxílio, por exemplo.

A computação na nuvem já está muito presente no dia a dia, apesar de nem sempre ser claramente perceptível. Um exemplo é o acesso às contas de e-mail. Ele pode ser realizado de qualquer dispositivo com acesso à internet sem exigir a instalação de um aplicativo, portanto, todos os e-mails já estão na nuvem.

Entre os benefícios para as empresas destaca-se a escalabilidade, pois há um grande espaço para armazenamento sem exigir infraestrutura interna, economia de recursos, segurança, acesso remoto e praticidade.

Como funciona a integração entre tecnologia em nuvem e telerradiologia?

Devido às facilidades proporcionadas pela tecnologia em nuvem, o recurso passou a ser usado na área da saúde, apresentando grandes benefícios para a telerradiologia, por exemplo.

Antigamente, o setor de radiologia de uma clínica ou hospital precisava contar com uma grande infraestrutura para armazenamento das imagens emitidas, impressão desses exames, conservação e segurança.

Todos esses processos são onerosos e necessários, ainda que a clínica não seja especializada em exames e os disponibilize apenas para complementar o atendimento oferecido aos pacientes.

Com a computação na nuvem, entretanto, os exames podem ser diretamente adicionados ao banco de dados da clínica, fazendo com que seja acessível de diferentes locais, incluindo pelo médico e também pela empresa especializada em telerradiologia que realiza a emissão do laudo.

Com a telerradiologia, as imagens dos exames são adicionadas em um software específico, com o preenchimento das informações básicas do paciente e observações que o médico ou radiologista julgarem relevantes. Depois de inseridos, esses dados ficam disponíveis para os profissionais da parceira, sem burocracia ou desafios logísticos.

Na empresa de telerradiologia o profissional faz a emissão do laudo considerando as particularidades do caso e emite o laudo a distância e online, disponibilizando-o na mesma plataforma, de forma que ele fique acessível para o médico solicitante e também para o paciente.

Veja também – Conheça as principais tendências da telemedicina e otimize seu trabalho!

Quais os benefícios dessa junção?

Esse processo utilizando tecnologia em nuvem promove diversas facilidades que fazem com que a telerradiologia torne-se mais vantajosa, prática e segura para as clínicas e hospitais.

Qualidade dos laudos e diagnósticos

A empresa de telerradiologia conta com profissionais experientes e qualificados de forma que os exames são distribuídos de acordo com a especialização do radiologista em determinado exame e área do corpo, por exemplo, ressonância magnética do crânio e pescoço.

Com esse diferencial, os laudos médicos têm maior qualidade, pois o profissional está mais familiarizado com as especificidades do exame e região, melhorando a qualidade do laudo e, consequentemente, do diagnóstico.

Agilidade nas entregas

Entregas urgentes podem ser atendidas em até 30 minutos pela empresa de telerradiologia garantindo a eficiência e agilidade, melhorando o atendimento ao paciente e otimizando a logística da clínica.

Entregas normais podem ser feitas em até 24 horas, o que garante a fluidez dos processos da clínica e a disponibilização contínua dos serviços.

Segurança da informação

As empresas de telerradiologia prezam por sistemas de segurança robustos ao usar a tecnologia em nuvem, o que garante a criptografia dos dados e, consequentemente, o sigilo das informações dos exames e pacientes.

Redução de custos

A manutenção de uma equipe interna para emissão de laudos é custosa, pois exige a infraestrutura adequada, profissionais qualificados e agilidade nos processos. A flutuação das demandas por esses serviços pode fazer com que haja prejuízos na operacionalização de toda essa estrutura.

mãos de um médico digitando em um notebook

Como é o trabalho da DiagRad?

A DiagRad é uma empresa de telerradiologia que utiliza a tecnologia em nuvem para disponibilizar processos mais eficientes e seguros às clínicas e pacientes.

Para isso é utilizado o PACS – Picture Archiving and Communication System – traduzido como “Sistema de Comunicação e Arquivamento de Imagens”. O sistema é usado para armazenar todas as imagens obtidas por meio de exames realizados em clínicas e hospitais de forma prática e ágil.

O software é reconhecido pela ANVISA e também por órgãos internacionais como a FDA e CE (Central Europeia). Com a estrutura tecnológica adequada, a DiagRad garante que a emissão de laudos seja segura e de qualidade, pois além do sistema certificado internacionalmente, há a atuação apenas com profissionais especializados.

Assim, a tecnologia em nuvem tem contribuído para a melhoria da oferta de serviços em saúde, o que inclui os laudos a distância por meio da telerradiologia utilizando softwares e processos confiáveis para garantir a eficiência da solução.

Conheça os detalhes – Como funciona o software de Telerradiologia da nuvem da DiagRad. 

Matérias Relacionadas

Receba Novidades
sobre gestão hospitalar e tendências da telerradiologia