Como são feitos os laudos de rotina com a telerradiologia?

O que é a telerradiologia e porque ela pode ser fundamental para melhoria na qualidade do atendimento e exames de rotina

A telerradiologia é uma metodologia de trabalho que veio para ficar. Sucesso em outros países, como nos Estados Unidos, no Brasil o número de clínicas e hospitais que adotam os sistemas de laudo a distância cresce a cada ano e, à medida que o serviço se torna mais popular, mais melhorias na qualidade e na capacidade de atendimento podem ser percebidas.

Explicando em poucas palavras o que é a telerradiologia: trata-se de um sistema que permite que os exames realizados na clínica ou no hospital sejam enviados imediatamente online para uma central de radiologia.

Nela, profissionais especialistas e em grande número se debruçam sobre as imagens visando entregar os laudos no menor tempo possível, sem que haja nenhuma perda de qualidade. O resultado disso é um laudo a distância, que pode ser acessado posteriormente na própria clínica, no hospital ou até mesmo pelo paciente, de posse de um login e uma senha.

As principais vantagens desse processo são a agilidade na entrega dos resultados – que ficam prontos na maioria das vezes em até 24 horas – e a melhoria na qualidade do resultado final, uma vez que uma central de radiologia conta com especialistas em subáreas da medicina.

A telerradiologia nos exames de rotina

Exames de raio-x

Por exames de rotina entendem-se aqueles exames que são feitos fora de um pronto-socorro ou que não demandam um caráter de urgência. Nessa categoria se enquadram aqueles exames solicitados pelo médico em casos que não há iminência de morte ou danos mais graves para o paciente.

Nessa categoria, podemos listar também os exames realizados pelo paciente quando ele procura o consultório médico para fazer um check-up, por exemplo.

Porém, engana-se quem pensa que ser ágil em um momento como esse não faz diferença. Pelo contrário, faz e muita. A ideia aqui é que seu estabelecimento possa proporcionar mais qualidade conforto para o paciente, seja lá qual for o exame que ele esteja realizando.

É comum nos exames de rotina que, por falta de urgência, eles demorem a ser marcados e que os resultados demorem ainda mais para serem entregues. Em muitos casos, pode se passar mais de um mês entre a primeira consulta e a consulta de retorno, já com os laudos finalizados.

A telerradiologia elimina também esse problema, uma vez que há um ritmo constante de produção e, por conta disso, não há necessidade de se ter que se esperar dias e dias para que um laudo fique pronto.

Em linhas gerais, praticamente todos os laudos a distância são entregues menos de uma semana após o envio das imagens – e em muitos casos no mesmo dia –, o que agiliza de maneira significativa o processo.

Como funciona o processo de laudos a distância

A infraestrutura necessária para realizar laudos a distância é muito menor do que você pode imaginar. Muitas vezes, pelo fato de ela ser um grande avanço na medicina, muitas clínicas e hospitais ficam receosos de contratar esse tipo de serviço, imaginando que ele possa ser destinado a poucos ou que tenha custos proibitivos para empresas de pequeno e médio porte. Mas é justamente o contrário.

Em linhas gerais, tudo o que sua clínica precisa é de uma boa conexão com a internet. Equipamentos e softwares necessários para a transmissão das imagens são cedidos pela empresa de telerradiologia responsável pelo projeto. É preciso também ter um profissional à disposição, para servir como o ponto de contato entre as duas partes.

Médico no computador

Uma vez que os exames são realizados, a transmissão é feita de forma automática para a central de radiologia. No prontuário, o médico pode indicar ainda se deseja obter informações sobre algum ponto em especial, de forma a facilitar o trabalho dos especialistas que vão laudar as imagens.

Esse processo dispensa os investimentos em servidores – uma vez que todo o armazenamento de imagens é feito no ambiente virtual fornecido pela empresa de telerradiologia – como também minimiza a necessidade de investimentos em segurança, uma vez que todos os softwares utilizados possuem criptografia de forma a proteger os dados dos pacientes envolvidos no processo.

Entre os exames contemplados pela telerradiologia a DiagRad, por exemplo, destaca os seguintes: laudos de ressonância magnética, laudo de tomografia computadorizada, laudos de Raio-X, Raio-X OIT, laudos de mamografia, laudos de medicina óssea e laudos de medicina nuclear.

Quando as imagens chegam na central, profissionais especializados em laudos recém as informações e, na maioria dos casos, a entrega do laudo a distância é feita em menos de 24 horas.

Outra grande vantagem são as especializações. Diferente do que acontece em clínicas e hospitais, onde a maioria dos profissionais de laudos são generalistas, nas centrais há especialistas designados para algumas áreas. No caso da DiagRad, são cinco especialidades no total: neurorradiologia; cabeça e pescoço; músculo-esquelético; medicina interna (abdome, pelve e tórax); e mama.

Quando laudos como esses são tratados por especialistas, a consequência disso é uma considerável melhoria na qualidade das informações apresentadas, algo que favorece não apenas ao médico, que pode ofertar ao paciente um diagnóstico mais preciso, mas também ao paciente, que tem mais tempo para cuidar da sua saúde, muitas vezes identificando doenças ou anomalias antes mesmo que elas se desenvolvam.

E, sabidamente, os maiores índices de cura estão sempre relacionados àqueles pacientes que tiveram a oportunidade de ter acesso a um diagnóstico correto mais cedo. Saiba como a DiagRad pode te beneficiar com a telerradiologia e laudos a distância 24h por dia para exames de rotina ou emergências.

>> Solicite seu orçamento e comece hoje mesmo a reduzir custos hospitalares! <<

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Receba Novidades
sobre gestão hospitalar e tendências da telerradiologia

Orçamentos

Orçamentos