Microscópios digitais e mais novidades: o mundo da tecnologia a favor da saúde

Saiba como o avanço da tecnologia permite que cada vez mais pessoas tenham acesso a oportunidades mais eficazes de tratamento

Os avanços da tecnologia podem ser vistos por toda parte. Imaginar como era a vida nos anos 80 ou 90, por exemplo, para não ir muito longe, já é uma visão muito distinta daquela que nós temos nos dias de hoje.

Boa parte dessa evolução se deve especialmente à internet e aos smartphones. Eles foram responsáveis por mudar completamente a forma como interagimos com outras pessoas.

Quem também experimentou essas novidades foi a medicina. As pesquisas avançadas das empresas de tecnologia fizeram com que muitas soluções fossem criadas, trazendo ferramentas de diagnóstico para mais próximo dos usuários.

Além disso, os exames que já existiam foram aprimorados, o que resulta em maior qualidade e, consequentemente, maior precisão.

Dos microscópios digitais aos exames à distância

A linha evolutiva dos dispositivos médicos não para de crescer. Um dos exemplos que podemos levar em consideração nesse aspecto são os microscópios digitais. O que antes eram dispositivos caros e complexos, hoje podem ser vistos com maior precisão e muitas vezes acoplados diretamente em um celular.

Nos Estados Unidos, por exemplo, são vendidos microscópios digitais que podem ser conectados diretamente ao iPhone. Por meio do celular, o operador tem acesso às imagens detalhadas e pode salvar as fotos ou mesmo aplicar zoom nas imagens.

Tudo isso em um dispositivo que cabe no bolso e cujo alcance muitas vezes não deixa em nada a desejar se comparado a aqueles modelos encontrados em laboratórios.

Na mesma linha evolutiva podemos citar alguns aspectos relevantes da telemedicina. Nos anos 60 e 70, hipóteses como essas figuravam ainda as histórias de ficção científica.

Entretanto, graças à internet, foi possível aproximar as pessoas mesmo a quilômetros de distância. A medicina, nesse cenário, foi extremamente beneficiada com as videoconferências e com a telerradiologia.

No primeiro caso, ela permite que mesmo estando em uma cidade distante, e com o auxílio de profissionais nas duas pontas da conexão, um médico especialista possa fazer uma consulta inicial ou dar um primeiro prognóstico mesmo à distância.

No caso da telerradiologia a evolução é ainda maior, pois os exames feitos localmente podem ser laudados à distância. Os resultados são enviados pela internet, muitas vezes em menos de 30 minutos.

Uma evolução que não para

Há basicamente dois pilares que norteiam a evolução da medicina: acessibilidade e melhoria contínua. Por acessibilidade, entende-se que por mais que existam avanços nos mais diversos campos da medicina eles são de pouca valia se não puderem ser compartilhados com o maior número de pessoas possível.

Sendo assim, muitas das pesquisas visam encontrar formas mais baratas de custear os tratamentos, de maneira que os exames se tornem acessíveis a uma maior parcela da população. Quanto maior é a demanda, maiores são as chances de as indústrias produzirem certos itens em escala e, com isso, reduzirem os custos unitários.

Já por melhoria contínua, entende-se que sempre há espaço para aperfeiçoar os processos de diagnóstico e tratamento. Ou seja, aumentar a precisão de uma imagem radiológica, por exemplo, é um fator crucial para diminuir o índice de refações de exames.

Além disso, quanto mais rápido for possível obter um laudo, melhores são os prognósticos de tratamento dos pacientes.

microscópios digitais

Você pode fazer parte da evolução de medicina

Embora muita gente associe os avanços da medicina apenas às novas tecnologias, como microscópios digitais mais potentes, por exemplo, essa não é a única forma de mensurar uma evolução na área médica.

Novas metodologias de trabalho também podem ser consideradas avanços tecnológicos, uma vez que utilizam de maneira mais eficiente as ferramentas disponíveis.

Esse é o caso da telerradiologia, que cada vez mais se torna uma realidade no Brasil. As melhorias nas conexões de banda larga ocorridas no país ao longo da última década fizeram com que o acesso à internet – ainda que em qualidade duvidosa – se tornasse mais fácil mesmo em cidades mais distantes.

Hoje, uma pequena cidade no interior do Acre, por exemplo, ao menos em teoria tem condições de, por meio da telerradiologia, ter acesso aos melhores especialistas do país.

Obviamente, há muito a ser feito para que se chegue a um cenário ideal. Entretanto, as perspectivas que se apresentam são as melhores possíveis.

Do ponto de vista dos proprietários de clínicas e hospitais, adotar a telerradiologia como metodologia para os laudos de exames não significa apenas a redução de custos, mas também a evolução em termos de qualidade de atendimento.

Saúde para todos

Por fim, não podemos deixar de mencionar o esforço atual que as fabricantes de eletrônicos têm demandado na criação de ferramentas que permitam ao paciente cuidar um pouco mais de si mesmo.

Hoje, com a ampla popularização dos smartphones, eles se tornaram ferramentas essenciais para que você possa ter um verdadeiro histórico da sua saúde sempre ao seu alcance.

De forma alguma isso significa que os celulares vão substituir os médicos, muito pelo contrário. A ideia aqui é que eles tenham cada vez mais informações e subsídios para tomar as decisões mais corretas possíveis. Em outras palavras, você passa a ter papel importante ao alimentar os aplicativos com informações sobre a sua saúde.

Caberá aos profissionais fazer o diagnóstico correto, aumentando a eficácia de eventuais tratamentos e, consequentemente, proporcionando uma vida mais saudável para todos. No mundo da saúde, a tecnologia veio para ficar.

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Orçamentos

Eu gostaria de receber as novidades da DiagRad.

Sua mensagem foi enviada.
Orçamentos