Telerradiologia VS. Estrutura física de Hospitais e Clínicas

Entenda quais são as diferenças entre os dois modos de operação e escolha qual delas se adapta melhor às suas necessidades

A telerradiologia já é uma realidade para muitas clínicas e hospitais brasileiros. O movimento que surgiu na década de 90 hoje já pode ser visto em mais da metade das instituições de saúde dos Estados Unidos. No Brasil esse percentual é menor, mas ano após ano tem crescido o número de empresas que adota essa solução.

Porém, colocando lado a lado as duas opções, qual delas é mais interessante na atualidade? Listamos neste artigo os prós e contras de cada uma das modalidades em diversos quesitos para que você possa escolher qual dos modelos se adapta melhor às suas necessidades. Será que já chegou a hora de trocar as suas instalações antigas por algo mais moderno?

Produtividade: telerradiologia permite mais com menos

Telemedicina

Por produtividade entendemos a capacidade que os seus profissionais têm de realizar o maior número de exames no menor tempo possível sem que haja perda de qualidade. Em termos médicos, há pouca diferença. O sistema de laudos online não vai impactar nas consultas médicas, de forma que nesse quesito não faz tanta diferença assim optar por um ou outro.

As diferenças começam na hora dos exames. Em geral, algumas clínicas mantêm apenas um profissional de radiologia, que fica responsável por executar os exames e, posteriormente, elaborar os laudos. Vamos supor que ele use 4 horas do dia para uma coisa e 4 horas para outra. No final das contas são apenas 4 horas de atendimento. Ou, no caso de dois profissionais contratados, apenas um dedicado exclusivamente para atendimento.

Aqui, a telerradiologia apresenta sua primeira vantagem, uma vez que o número de exames pode ser ampliado. Isso porque o profissional de radiologia não precisa fazer o laudo técnico. Após o término do exame, ele envia as imagens para o sistema online e, em até 24 horas, na maioria das vezes, o resultado é disponibilizado online.

Qualidade: dedicação a uma função exclusiva

Quando você conta com uma equipe técnica preparada para emitir laudos em grande quantidade, a tendência é que a qualidade atenda a todos os padrões necessários de qualidade. Infelizmente, essa não é uma realidade possível para a maioria das clínicas e hospitais, de forma que tudo acaba se reduzindo a uma ou duas pessoas geralmente sobrecarregadas de serviço.

O sistema de laudos online resolve esse problema de uma vez por todas. Uma vez contratado, você passa a contar com toda a infraestrutura de uma empresa especializada nisso. Em vez de esperar por até 10 dias para a conclusão de um laudo técnico, a maioria dos exames pode ficar pronta em até 24 horas, sem que haja nenhum tipo de perda da qualidade no resultado final.

Organização e atendimento: um arquivo sempre pronto

Tecnologia em medicina

Como é feita a organização das imagens e dos laudos técnicos elaborados pela sua clínica? Não importa a sua resposta, certamente você tem consciência de que essa pode ser uma infraestrutura cara e chata de se manter, não é mesmo? Aqui, estamos falando não apenas de arquivos físicos, mas também de estruturas em servidor ou disco rígido para armazenamento das imagens digitais.

E se de repente você pudesse armazenar tudo isso na nuvem, online? É justamente esse o problema que a telerradiologia resolve já de imediato. A necessidade de servidores internos, com salas climatizadas, deixa de existir. Sem sombra de dúvidas, seu investimento em estrutura será menor.

Custos de implantação: investimento para o futuro

De nada adianta existir uma tecnologia mais moderna se o custo dela não compensar, não é mesmo? Felizmente esse não é o caso da telerradiologia. Quanto mais popular o sistema de laudos online se torna, menores são os custos unitários por exame, de forma que hoje já dá para dizer que o sistema encontrou um ponto de equilíbrio entre custo e benefício.

Em um primeiro momento, o sistema de telerradiologia pode custar um pouco mais. Há o custo de contratação de uma empresa especializada e as licenças de software que terão que ser utilizadas. Contudo, bastam alguns meses para que a situação se equilibre e o sistema online passe a ser mais barato do que qualquer outra solução.

As maiores economias estão no que diz respeito à manutenção de servidores – a estrutura física do negócio – e de colaboradores. Em outras palavras, você pode até mesmo abrir mão de alguns profissionais ou seguir por um caminho que é ainda melhor: ampliar a sua capacidade de atendimento, provendo mais exames e, talvez, até uma maior variedade.

Segurança de informação: os dados dos seus pacientes protegidos

Médico e paciente

Por fim, precisamos avaliar a questão de segurança das informações dos seus pacientes. Se antes elas necessitavam de soluções locais para proteção dos servidores, agora esse é um assunto com o qual você vai deixar de se preocupar, já que os sistemas online oferecem diversas camadas de segurança, criptografia e proteção para os dados.

Dessa forma, estamos falando de mais um custo, em teoria, vai deixar de existir. Falamos em teoria porque ele já está diluído nos valores de investimento que você vai pagar para contar com um sistema de telerradiologia. Assim, em um primeiro momento, ele pode até ser mais caro – o que vai requerer planejamento para investimento –, mas em questão de pouco tempo os custos do sistema de laudos online se mostram menores, tornando o negócio mais rentável.

Saiba como a DiagRad pode te beneficiar com a telerradiologia e laudos a distância 24h por dia.

Faça parte dessa inovação em Telerradiologia!

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Orçamentos

Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.

Eu gostaria de receber as novidades da DiagRad.

Sua mensagem foi enviada.
Orçamentos