Doenças graves podem ser evitadas com um comportamento otimista.

Se você é daquelas pessoas otimistas, positivas, que sempre conseguem ver o lado bom nas situações e é uma mulher, nós temos uma boa notícia para você: isso pode fazer com que você viva mais. Sim! Segundo uma recente pesquisa realizada em Harvard com 70 mil mulheres, mostrou que as que possuem esse comportamento podem evitar doenças graves e correr menos risco de morte por câncer, doenças cardíacas e respiratórias, AVC e infecções.

Em um período de oito anos, foram analisadas a vida desta mulheres, sendo que de 2 em 2 anos eram colhidos dados referentes a pressão arterial e grau de atividade física realizada. Além disso, as voluntárias foram divididas em grupos segundo o seu grau de otimismo e contatou-se que as de maior nível, as mais otimistas, tiveram as maiores porcentagens para não desenvolver as doenças e também menor risco de morte. Comparadas com as pessimistas, o grupo teriam uma chance 30% menor de morrer no período dos 8 anos de estudo.

O autor do estudo, Eric Kim, declarou que os esforços deveriam ser canalizados ao aumento do otimismo, isso quer dizer, incentivo aos hábitos saudáveis e prazerosos, diminuindo assim os fatores de risco causadores das doença.

Outro ponto destacado pelos pesquisadores, é que o comportamento otimista teria alguma influência direta sobre o sistema imunológico das pessoas. Kaitlin Hagan co-autora do estudo ressalta que coisas simples como planos para o futuro seja profissionais ou pessoal podem alterar e elevar os níveis de otimismo.

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Orçamentos

Eu gostaria de receber as novidades da DiagRad.

Sua mensagem foi enviada.
Orçamentos