Como o investimento na telemedicina pode melhorar a eficiência do seu hospital

Menos gastos com pessoal e aumento no número de atendimentos pode aumentar o faturamento do seu estabelecimento

Uma verdadeira revolução está em curso na medicina brasileira e aqueles que embarcarem nessa ideia primeiro certamente terão um diferencial competitivo e tanto diante dos seus concorrentes. A telemedicina cada vez mais dá mostras de que veio para ficar e, diferentemente do que acontecia há alguns anos, hoje os custos são muito mais acessíveis.

Iniciativas para tornar o acesso aos tratamentos cada vez mais fácil não faltam. Além disso, muitos pacientes já se deram conta que podem exigir mais qualidade não apenas no atendimento, mas também nos resultados dos exames que fazem.

Sendo assim, diante de um público mais exigente, inovar virou palavra de ordem. Deixar essa ideia de lado pode significar ficar para trás.

Resultados de exames

Telemedicina: o futuro já começou

Há até bem pouco tempo, quando se falava de telemedicina muitos a associavam com as invenções da ficção científica. Hoje, já se tem uma compreensão melhor da amplitude de possibilidades que o termo engloba. Por telemedicina entende-se qualquer benefício para a saúde dos pacientes que não requeira a presença de um médico no mesmo ambiente físico.

Em outras palavras, uma consulta feita via internet, com o auxílio de um enfermeiro no local, por exemplo, pode ser mais útil para um paciente do que o contato apenas com um profissional mais generalista. Dessa forma, é possível aproximar de populações mais distantes dos grandes centros o acesso a especialistas renomados em suas áreas.

Por que a telemedicina é um bom negócio?

Para que você possa compreender melhor como a telemedicina pode transformar completamente o seu negócio, vamos usar as possibilidades que a telerradiologia oferece como exemplo.

Por meio da telerradiologia, o paciente faz normalmente seus exames de imagem no estabelecimento de saúde. Depois, as imagens são enviadas pela internet para uma central de telerradiologia, que pode ficar em outro estado, a quilômetros de distância do local.

Lá, essas imagens são recebidas por especialistas das mais variadas áreas e os laudos ficam prontos em menos de 24 horas. Em alguns casos, é possível disponibilizar as informações até mesmo em menos de uma hora. A grande vantagem é que além da agilidade, há redução de custos e sem perda de qualidade.

 

Telemedicina

Redução de custos: o ponto forte da telerradiologia

Qualquer gestor de clínica ou hospital sabe que reduzir custos é um dos pontos mais importantes para que o negócio obtenha melhores margens de lucratividade. Contudo, nem sempre é possível fazer isso sem comprometer a qualidade, uma vez que quando falamos de saúde ela deve vir sempre em primeiro lugar.

Com a telemedicina essas possibilidades aparecem em diversas ocasiões. Como tudo é feito pela internet e você vai utilizar praticamente os mesmos equipamentos para os exames de imagem, o seu principal investimento deve ser na contratação de um plano de internet banda larga. Quanto maior a velocidade, melhor será o desempenho.

Em seguida, começa a economia. Em vez de utilizar servidores físicos para armazenar as imagens dos exames – uma infraestrutura cara pois demanda um técnico responsável, computadores e, em alguns casos, uma sala climatizada – tudo isso fica de lado, pois o conteúdo passa a ser armazenado na nuvem, em um servidor de acesso restrito.

Outro ponto onde há economia reside no pagamento de licenças de software ou na contratação de serviços de segurança de dados. Nada disso é necessário, uma vez que ao tratar diretamente com uma empresa de telerradiologia toda essa base estrutural já é disponibilizada de imediato. Assim, seu trabalho se resume a enviar e receber informações.

Menos funcionários e maior dedicação ao atendimento

Outro ponto no qual há redução de custos é com a contratação de profissionais responsáveis pelos laudos a distancia em tempo integral. Em muitas clínicas ou hospitais, não há demanda suficiente para se manter profissionais no turno da noite, por exemplo, mas no caso de uma emergência eles eventualmente fariam falta para laudar um exame.

No contrato com uma empresa de telerradiologia não há indicação para um número mínimo de laudos a serem feitos por mês. Você paga apenas por aquilo que solicitou, o que faz com que o seu custo unitário por exame seja fixo.

Mesmo em meses de baixa demanda, por exemplo, você não tem que se preocupar pelo fato de não atingir um número mínimo de atendimentos para encontrar o ponto de equilíbrio do setor.

 


Saiba mais sobre
Telerradiologia

Quer descobrir mais sobre telerradiologia? Entenda tudo sobre esse universo que pode agregar mais resultados em sua clínica com a aceleração de diagnósticos, rapidez na entrega de laudos para pacientes, saúde e tecnologia. A DiagRad preparou um conteúdo exclusivo para você e pode ser sua parceira nos serviços de telemedicina!

Saber mais

 

Por fim, os colaboradores que antes estavam dedicados apenas a laudar exames agora podem ir para a linha de frente, atendendo mais pacientes e ampliando as suas possibilidades de faturamento. E isso é válido para clínicas e hospitais em grandes cidades ou mesmo em localidades mais afastadas dos grandes centros.

E a qualidade ainda melhora

Uma das características das centrais de plataformas de telerradiologia é que quem fica responsável por laudar um exame é sempre um especialista naquela área. Isso faz com que se elimine a figura do profissional generalista nos laudos. 

Essa possibilidade faz com que aumentem as probabilidades de que o profissional encontre determinadas nuances que poderiam passar batidas por muitos generalistas.

Isso diminui também os índices de refação dos exames e aumenta o grau de satisfação de pacientes e médicos. O tratamento propriamente dito pode ser iniciado mais rápido e o médico tem mais segurança para prescrever o que precisa ser feito.

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Orçamentos

Eu gostaria de receber as novidades da DiagRad.

Sua mensagem foi enviada.
Orçamentos