Ressonância magnética do coração: saiba os benefícios e indicações

A Ressonância Magnética (RM) do coração é um exame de imagem não invasivo e sem a utilização de radiação ionizante. Saiba quais são as colocações e indicações para este exame

Através do exame de ressonância Magnética, é possível obter realizar avaliação de doenças cardíacas com alta acurácia diagnóstica.

Essa precisão vem colaborando cada vez mais com a cardiologia, no diagnóstico e na condução de pacientes com cardiopatias. E o mais importante é que o método tem demonstrado excelente valor prognóstico, ou seja, as informações adquiridas permitem determinar o risco futuro do paciente em estudo.

Exame Ressonância Magnética RM

 

Como funciona o exame de ressonância

As imagens geradas pelo exame de ressonância magnética são naturais, formadas através da relação entre o magneto e as bobinas, que interagem com o corpo da pessoa, formando as imagens.

As moléculas que são estimuladas são as de hidrogênio, escolhidas pelo fato de que ela se encontra em grande abundância no nosso organismo (compondo principalmente a água).

Considerado um exame altamente seguro, com o contraste utilizado sendo o gadolíneo, que tem um perfil de segurança muito alto, com raríssimas reações adversas.

 

Ressonância magnética na cardiologia

Na Cardiologia, inicialmente a Ressonância Magnética era mais utilizada nos casos de cardiopatias congênitas, doenças da aorta, tumores e doenças do pericárdio, em razão da precisão das informações anatômicas fornecidas pelas imagens de alta definição.

Através do exame, é possível fazer uma avaliação completa do coração em qualquer plano, sem limitações.

Nos últimos anos, contudo, a Ressonância Magnética vem conquistando um espaço cada vez maior na medicina e também agora na telemedicina. O desenvolvimento da tecnologia permitiu progressos importantes na qualidade da imagem, na sua aquisição e no tempo do exame.

Em especial  na Cardiologia, o progresso foi muito grande. Atualmente, a RM permite, além da avaliação anatômica, uma avaliação funcional do coração, seja para pesquisa de  isquemia miocárdica, fibrose, inflamação e, até mesmo, metabolismo.

São muitas informações valiosas em um único exame. Com esta preciosa avaliação tecidual, a Ressonância Magnética tem sido cada vez mais utilizada na avaliação da doença coronariana, aquela que mais prevalece e preocupa a Cardiologia nos dias atuais.

 

Qualquer pessoa pode fazer Ressonância Magnética cardíaca?

A Ressonância Magnética cardíaca leva em torno de 40 minutos. Em pessoas com claustrofobia (cerca de 10% dos casos), pode ser aplicada uma pequena sedação.

Existem contraindicações para o exame de RM?

As contraindicações são para pacientes com clips cerebrais, implantes cocleares e alguns tipos de marcapasso (geralmente os mais recentes são compatíveis).

Pessoas com stents ou próteses valvar metálicas podem fazer o exame de ressonância sem preocupação.

No caso de crianças, se forem muito pequenas, pode ser necessário uma leve sedação, enquanto que em crianças maiores já não é mais necessário.

 

Precisa de laudos de ressonância magnética realizados com segurança e profissionalismo? Fale conosco!

 

Saiba mais sobre
Laudos a Distância

A DiagRad, empresa de telerradiologia, preparou informações essenciais para quem quer saber mais sobre os laudos a distância e como eles podem colaborar positivamente em diversos aspectos como: aceleração de diagnósticos, rapidez em laudos, saúde e tecnologia. Descubra como esse universo pode ser útil!

Saber mais

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Orçamentos

Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.
Por favor, preencha este campo.

Eu gostaria de receber as novidades da DiagRad.

Sua mensagem foi enviada.
Orçamentos