Marketing Médico de qualidade e com resultados

Como fazer um bom Marketing Médico

A medicina também é uma área de muita competitividade e mesmo assim uma atividade pouco vista de forma comercial, por isso, é fundamental para profissionais da saúde terem esta visão o quanto antes e investir em seu marketing médico.  com o objetivo de promoverem sua pessoa e competência perante a região ou comunidade que atendem. Um trabalho bem feito = o aumento do número de pacientes.

Um investimento será necessário e não pode-se avaliar isto como gasto pois pacientes na grande maioria das vezes, consideram diversos fatores na hora de escolher um médico de confiança como por exemplo: condições do consultório, a imagem ou “fama” do profissional na mídia, comentários e conteúdo, ainda mais na era digital que estamos onde as notícias são publicadas e se espalham na velocidade da luz, entre outros.

Com isso, listamos algumas, das várias, dicas que podem ajuda-lo nesta boa execução do marketing médico, pois é importantíssimo não apenas fazê-lo mas fazê-lo com qualidade e resultados. Gostaria de saber mais sobre gestão de Clínicas e Hospitais? Confira.

 

De início, avalie e defina seu público-alvo.

Definir seu público-alvo é um dos pontos mais importantes por isso o destacamos primeiro. Dessa definição de target, se bem feito, você conseguirá elaborar as melhores estratégias e que te tragam mais resultado.

Ter uma boa identidade visual é fundamental.

Desenvolver o logotipo é o primeiro passo para uma boa identidade visual. Em seguida, desenvolva todo material gráfico e digital que será necessário, como cartões de visita, folders, pastas, avatar para redes sociais, entre vários outros. Atualmente, existem sites gratuitos ou com valores relativamente baixos com algumas opções de identidade virtual, mas não sendo exclusivos, podendo outra empresa ter um logo igual ao seu, por exemplo. É, por isso, que o recomendado é sempre contratar um designer ou agência de comunicação que realize esse tipo de serviço para que seja criado algo exclusivo para o seu negócio.

Esteja sempre cadastrado e atualizado nas listas de serviços de saúde.

Recorrer ao Google para encontrar informações é algo mais que comum atualmente, inclusive para áreas da saúde pois se procura consultórios, clínicas e qualquer local relacionado. Por isso, é muito importante que seja feito o cadastro de seu consultório ou clínica nessas listagens e portais locais. Assim, as pessoas poderão encontrá-lo quando realizarem buscas.

É necessário ter um site integrado e responsivo.

Como já foi dito, as pessoas costumam pesquisar no Google quando desejam encontrar um médico. E, para que você possa ser encontrado mais facilmente, recomenda-se que seja criado um site para o seu negócio.

E assim como definir o marketing bem, não basta criar um site, é necessário que os textos e informações dele sejam trabalhados com técnicas de SEO e principalmente que ele seja responsivo, ou seja, que se adapte perfeitamente em qualquer dispositivo em que for acessado como computadores de mesa, notebooks, smartphones, tablets, afinal a maioria dos acesso é feito por dispositivos móveis.

Redes sociais, ferramenta chave para o marketing médico.

O seu perfil no Facebook é para suas publicações pessoais e contato com os seus amigos, não serve para divulgação de conteúdo profissional. Para isso, é recomendada a criação de uma fan page, ou seja, uma página profissional para o seu consultório.

Com ela, você poderá não só divulgar os seus serviços e consultório, participações em eventos e congressos, mas também patrocinar publicações para que mais pessoas tenham acesso ao conteúdo que publicado. Vale lembrar que desta forma é possível segmentar o público que realmente se tem interesse, conseguindo atingir quem realmente é necessário.

Mídias tradicionais sempre são bons complementos.

Embora o marketing digital seja hoje uma prioridade, não se pode ignorar por completo as mídias tradicionais como os jornais, revistas e emissoras de rádio e TV locais.

As mídias tradicionais ainda funcionam muito bem em alguns casos, como nas pequenas cidades do interior dos estados, por exemplo. Nestes locais, estas mídias ainda têm muito alcance e são bastante consumidas pelas pessoas que buscam por informações daquela região.

Seguindo essas dicas, e estando em constante contato com o mercado, é bem grande as chances de seu consultório aumentar o número de pacientes. Avalie, planeje e execute o quanto antes, os pacientes estão à sua procura!

 

Saiba mais sobre Tecnologia e Tendências sobre Telerradiologia

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Orçamentos

Eu gostaria de receber as novidades da DiagRad.

Sua mensagem foi enviada.
Orçamentos