O Paciente Faltou? Descubra o Que Fazer!

Você acorda, revê a agenda, encaixa os horários, planeja a rotina e parte para o consultório. Tudo parece fluir perfeitamente, até que um paciente não comparece ao horário marcado. E o pior, faz isso sem avisos prévios!

Certamente, isso trará consequências negativas para o restante do dia e por mais inconveniente que seja, esse problema já atingiu praticamente todos os médicos sem acepção alguma. Recém-formados ou experientes, homens ou mulheres, particulares ou conveniados, residentes em grandes centros urbanos ou em cidades minúsculas do interior.

A primeira reação é buscar preencher a ”janela” o quanto antes. Contudo, nem sempre é possível realizar esta tarefa, o que acaba por prejudicar a agenda, diminuir o número de atendimentos diários e, consequentemente, comprometer o faturamento mensal. Além das inúmeras complicações para o cotidiano dos médicos.

Dessa forma, é muito importante evitar que faltas sem aviso prévio ocorram. Por isso, preparamos algumas dicas preciosas para que a sua clínica pare de sofrer com tais imprevistos e tenha um fluxo impecável de pacientes.

COMO DIMINUIR O NO-SHOW NO SEU CONSULTÓRIO

É fato que todos estamos sujeitos a passar por imprevistos. Por isso, compreender os motivos que levam os seus pacientes a faltarem das consultas é importante. Existem diversos motivos que podem ser responsáveis por esses acontecimentos: compromissos urgentes por conta do trabalho ou família, engarrafamento, emergências de todo tipo e muitos outros.

Sendo assim, é preciso estar consciente desses fatores e buscar não constranger os pacientes, caso algo assim ocorra. Contudo, na maioria das vezes, o principal causador no não comparecimento às consultas é a memória, ou melhor, a falta dela.

Para impedir que o esquecimento interfira na sua agenda é necessário empregar algumas tácticas que proporcionarão mais agilidade e eficácia ao seu atendimento. Confira abaixo algumas dicas para aumentar a taxa de presença dos seus pacientes e diminuir o transtorno com imprevistos:

1 – SMS

O SMS é, sem dúvidas, um grande aliado para a diminuição do no-show em clínicas médicas. Seu baixo custo e sua facilidade de automação são vantagens muito interessantes. Além disso, o SMS não causa inconvenientes para o paciente.

2 – WhatsApp

O ideal é perguntar ao paciente se ele faz uso deste aplicativo assim que ele agendar a consulta. Se a resposta for positiva, utilizar o WhatsApp para confirmar a presença pode ser a melhor opção, já a comunicação é praticamente instantânea e o aplicativo pode ser instalado gratuitamente.

3 – E-mail

Atualmente é muito difícil encontrar alguém que não cheque sua caixa de e-mails diariamente. Por esse motivo, enviar um lembrete pelo correio eletrônico pode ser uma boa ideia. Contudo, tome cuidado e evite colocar elementos que possam fazer com que a sua mensagem vá para a caixa de spam do seu paciente.

4 – Telefonema

Caso nenhuma das opções anteriores funcionem, fazer um telefonema com pelo menos um dia de antecedência à consulta pode trazer resultados satisfatórios. No entanto, é preciso que tal tarefa fique a cargo de uma pessoa capacitada para isso. Os custos e a probabilidade de que o paciente não atenda a ligação também são pontos a serem levados em consideração.

5 – Sistema Informatizado

Ter uma clínica ou consultório com um sistema informatizado com certeza fará com que sua agenda seja otimizada. Através desses sistemas é possível obter com muito mais facilidade e rapidez as informações de cada paciente. Com isso, é possível tornar os processos de agendamento e re-agendamento mais ágeis e eficazes.

Outra tática muito comum em clínicas, são as multas por atrasos ou faltas não justificadas. Muitos médicos apoiam essa ideia e acreditam que ela seja a melhor solução para tais inconvenientes. Porém, em muitos casos, essa política pode acabar por amedrontar diversos pacientes, causando um efeito reverso ao planejado.

Além disso, para que ela seja praticada, o paciente precisa estar ciente de que essa sanção poderá ser aplicada a ele por parte da clínica. A utilização de alguma das 5 maneiras citadas acima pode ser mais vantajosa, já que o custo delas certamente será compensado com diminuição do número de faltas, sem implicar a perda de pacientes.

Você utiliza algum dos métodos citados acima? Ou possui uma maneira diferente para evitar que seus pacientes faltem? Compartilhe conosco a sua experiência e opinião!

Tags:

Matérias Relacionadas

Empresa de Telerradiologia

Receba Novidades
sobre gestão hospitalar e tendências da telerradiologia

Orçamentos

Orçamentos